Sidebar Ads

Ads Here

segunda-feira, 16 de março de 2009

Tatuagens dos leitores 21 - Lilian Maciel

"Olá,
Meu nome é Lilian, moro no interior de SP, achei este site quando procurava desenhos que me inspirem para as novas 'aquisições', e achei muito legal o site todo, e resolvi mostrar o meu xódo...rs
Fiz essa tatuagem em junho de 2006, tenho apenas mais as minhas iniciais no tornozelo, q estudo dar uma trabalhada com ramos e tal, mas esta é especial, pois foi um sonho que eu tive, onde eu via essa cena, há quem diga que eu sabia q meu sobrinho ia nascer loiro, pois ele nasceu 3 meses depois, mas não tinha como saber, ao menos não racionalmente, pois tanto minha familia, qto a familia de minha cunhada é uma mistura muito grande de raças...
Rosa azul foi algo que eu sempre achei muito lindo, e eu sabia q teria q ser dessa cor... e o tatuador acertou em cheio a minha descrição ao fazer o desenho...
E agora quero fazer outras tattoos, mas estou de certa forma esperando q eu tenha novos sonhos de como elas devem ser... parece bobagem p algumas pessoas, mas se essa deu tão certo assim...
 

Valeu

Beijos
"



Lilian, sua tatuagem é linda, além de ser uma bela homenagem a seu sobrinho. Eu também acredito na força dos sonhos, e fiquei maravilhado com sua história.


Quanto a sua flor azul, permita-me contar uma antiga lenda muito bem contada no site Yahoo respostas e no site Forçadeexpressao .




"No Mosteiro da Cartuxa, no Buçaco, em Portugal, vivia, em séculos que já se foram, um piedoso e santo monge, cuja vida se consumia, inteira, entre a oração e as rosas. Jardineiro da alma e das flores, passava ele as manhãs de joelhos, no silêncio da nave, aos pés de um Cristo crucificado, e as tardes, no pequeno jardim da ordem, curvado diante das roseiras, que ele próprio plantava e regava.

A sua paciência de jardineiro era absorvida, entretanto, por uma ideia, que era um sonho: encontrar a rosa azul das lendas do Oriente, de que tivera notícia, uma noite, ao ler os poemas latinos dos velhos monges medievais.

Para isso, casava ele as sementes, os brotos, fundia os enxertos, combinando as terras, com que as cobria, e as águas, com que as regava, esperando, ansioso, o aparecimento, no topo da haste, do sonhado botão azul!

Ao fim de setenta anos de experiências e sonhos, em que se lhe misturavam na imaginação as chagas vermelhas de Cristo e as manchas celestes da sua rosa encantada, surgiu, afinal, no coroamento de um galho de roseira, um botão azul, como o céu.

Centenário e curvado, o velhinho não resistiu à emoção; adoeceu, e, conduzido à cela, ajoelhou-se diante do Crucificado, pedindo-lhe, entre soluços pungentes, que, como prêmio à santidade da sua vida, não lhe cerrasse os olhos sem que eles vissem, contentes, o desabrochar da sua rosa azul.

Em volta do santo velhinho, no catre do mosteiro, todos choravam, compungidos.

E foi, então, que, divulgada de boca em boca, foi a notícia ter a um convento das proximidades, onde jazia, orando e sonhando, uma linda infanta de Portugal. Moça e formosa, e, além de formosa e moça, - fidalga e portuguesa, compreendeu a pequenina freira, no jardim do seu sonho, o valor daquela ilusão, e correu à sua cela, consumindo toda uma noite a fazer, com os seus dedos de neve, uma viçosa flor de seda azul, que perfumou, ela própria, com essência de gerânio.

E no dia seguinte, pela manhã, morria no seu catre, sorrindo entre lágrimas de alegria, por ter nas mãos trémulas, por um milagre do céu, a sua rosa azul!"

A flor azul representa, assim, a luta metafísica pelo infinito e inalcançável, e sentimentos como a gratidão, o respeito, a admiração, a apreciação, o desejo e o amor (muitas vezes platónico).

As nossas mãos poderão nunca criar fisicamente uma flor azul, mas o nosso coração e a nossa alma podem fazer com que a flor azul exista, através de atitudes, pequenos gestos, sentimentos tão nobres quanto os que descrevi. Desde que não sejam tratados de forma banal...


Que tal nos enviar a sua tatuagem e a história dela? Nosso email é descharth@estimulanet.com estamos aguardando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem-vindo e esperado.
Lembre-se que comentários anônimos poderão ser moderados