Idosa Possui 500 Horas de Tatuagens no Corpo

Isobel Varley de 71 anos, nasceu em Yorkshire, que fica no norte de Inglaterra, nunca pensou em fazer uma tatuagem, ao menos não até o ano de 1986 quando aos 49 anos foi com seu marido a uma convenção de tatuagens no Hammersmith Palais, em Londres.
Na convenção Isobel, segundo ela mesma diz, a sua vida virou de cabeça pra baixo. Encantada com a beleza dos corpos tatuados, e principalmente porque estava vendo que não existia uma tribo específica se tatuando e que as pessoas que se tatuavam eram pessoas comuns e de todas as classes sociais.

Lá, ela conheceu o tatuador Bill Cook (já falecido) a quem revelou que estava com desejos de fazer uma tatuagem, mas ainda estava receosa. Bill deu a ela o cartão de seu estúdio para que ela o procurasse, caso estivesse realmente disposta a fazer uma tattoo.

No início da noite de 14 de agosto de 1986 Isobel decidiu procurar o tatuador. Lá chegando, foi muito bem recebida, e ao ser indagada sobre que desenho queria tatuar, Isobel não soube responder. Não tinha a menor idéia de qual desenho queria em seu corpo. Bill como todo tatuador profissional e dedicado que se preze, falou para ela não se apressar e entregou a ela alguns catalogos de desenhos de tatuagens para que ela pudesse escolher a vontade.
Depois de muito pensar Isobel decidiu tatuar um pássaro nas costas.

 
Primeira tattoo de Isobel Varley , um pássaro tatuado nas costas,feita pelo tatuador Bill Cook em 1986


Ao terminar a tatuagem , Isobel conta que a incrível sensação que sentiu ao ver a arte estampada em seu corpo ao contemplar-se no espelho, foi indescritível. Tão indescritível, que perguntou ao Bill se ele tinha mais clientes para atender naquela noite. Diante da negativa do artista, Isobel fez a pergunta que deixou o experiente tatuador boquiaberto.

- "Pode tatuar essa orquídea em minha coxa. agora ?"

Mesmo espantado, o tatuador aceitou fazer a "hora extra" com a sua cliente entusiasmada.

 
Segunda tatuagem de Isobel, uma orquídea na coxa, feita na mesma noite em que fez o pássaro

Mesmo satisfeita com o trabalho de Bill, Isobel decidiu procurar outro tatuador, para sentir novas experiências, novas emoções. Escolheu Ed Tibbitts, que tinha um estúdio em uma cidadezinha próxima a sua casa.

-"Ed tatuou uma série de pequenas peças encantadoras sobre minha coxa, braços e costas e, como eu já estava começando a me tornar menos inibida, eu tirei minha calça para baixo e pedi para tatuar um mouse blowing ( um ratinho assoprando o ar ) sobre o meu genitais.

Apesar de Isobel falar genitálias , na verdade a tatuagem do ratinho assoprando foi feita na virilha
Daí pra frente Isobel não parou mais de se tatuar.
Hoje aos 71 anos ela já contabiliza cerca de 500 horas de tatuagens. Raspou a cabeça para poder tatua-la também. Muitos dos desenhos na cabeça de Isobel fazem alusão ao Falo masculino.
Só tem uma parte de seu corpo que Isobel não irá tatuar: O rosto.
- “Quero que as pessoas saibam como é meu rosto”.
Isobel não tem planos de parar com seu Hobby.
Tatuagem pode viciar. No caso de Isobel, o fato dela tatuar seu corpo todo não lhe causou transtornos maiores, pelo fato dela ser aposentada e independente financeiramente. Mas certamente sofre com muitas discriminações e olhares assustados denotando  admiração ou repulsa.
Caso queira ver mais fotos de Isobel acesse o MySpace feito para ela por um fã, ou visite o site http://www.isobelvarley.com/ onde ela conta sua história completa e mostra todas as suas tatuagens.

7 comentários

E existem pessoas que tem problema com dor na hora de fazer tatooo né huahuauahua, legal o blog, parabéns

Reply

Eu não faria tantas assim, mas eu que nunca gostei de tatuagens penso muito agora, aos 54 anos, em fazer. Claro que algo pequeno e delicado.

Reply

Alice

Cuidado hein, a Isobel fez a primeira aos 49, e era pequena e delicada também, e nunca mais conseguiu parar.

Brincadeiras a parte, realmente muitas pessoas estão tendo desejos de se tatuar. Acredito que finalmente a tatuagem perdeu o rótulo de marginalidade.

Claro que a pessoa tem que ter consciência plena daquilo que quer pra si e deve optar sempre pelo bom senso.

Reply

Eu vii ela no site da globo.com adimiro a coragem dela, mas eu não faria, acho bonito mas não em exageradamente;

beijO

Reply

Gente!!!!!!!!!!!! Que doideira. Tem gostar mesmo de tatuagem, heim? Eu acho legal, mas nunca me tatuei... enfim... tenho vontade, mas falta coragem. Mas isso ai já é exagero kkkkkkkkkkkk Tem que curtir muito, pois se arrepende, é phoda! rsrsrs

Reply

Tem louco para tudo. E isto é um fato.
Desde que a sua loucura não prejudique ninguém (incluindo você mesmo) Mais é que se dane o linguajar popular.


Vivendo conforme suas convicções, gostos e predileções é viver a vida e não, esperar a morte chegar.

Reply

Doidera genteeeee
Mas eu curti muito!!
Tenho 43 anos e fiz minha 1° tatoo ha 2 semanas,uma borboleta pequena e delicada na nuca,ameiiiiiiiii
Agora to querendo fazer a inicial do meu nome no pulso,rss,mas ñ pretendo abusar das tatoos como essa mulher kkkkkkk,mas q vicia isso vicia kkkkk,parabéns pelo blog,viajei nele!!Bjss

Reply

Postar um comentário

Seu comentário é bem-vindo e esperado.
Lembre-se que comentários anônimos poderão ser moderados

Sports